Vasectomia

A vasectomia, ou cirurgia de esterilização masculina, consiste na obstrução cirúrgica dos canais deferentes ( responsáveis pelo transporte de espermatozóides até os ductos ejaculadores) e é indicada para homens que já possuem prole constituída e não desejam ter mais filhos.

Procedimento cirúrgico simples e de rápida recuperação, realizado sem necessidade de hospitalização, com o paciente recebendo alta após aproximadamente 30 min do procedimento cirúrgico e em uso de analgésicos e antibiótico. Em poucos dias já se encontra apto para a realização das atividades rotineiras e não há necessidade de retirada de pontos cirúrgicos.

Sua indicação no planejamento familiar se baseia no fato de ser um procedimento mais simples e menos invasivo que a Laqueadura Feminina( Obstrução cirúrgica das trompas ovarianas ) e evitar a necessidade de uso contínuo de anticoncepcionais orais, injetáveis, adesivos ou uso de D.I.U. ( Dispositivo Intra uterino ).

A eficácia da vasectomia é muito elevada, porém o método não é infalível porque raramente pode ocorrer a fusão espontânea de de algum ducto deferente, apesar da técnica cirúrgica correta. Este acontecimento é conhecido como recanalização espontânea e pode ocorrer em menos de 1% dos casos.

No Brasil, para se fazer a vasectomia é necessário ter no mínimo 25 anos ou ter pelo menos 2 filhos vivos.

Algumas pessoas tem medo de não ejacular após a vasectomia. Sabe-se que menos de 3% do volume do ejaculado é composto pelos espermatozóides; então o volume que uma pessoa ejacula após a vasectomia é praticamente o mesmo que ejaculava antes.

Após a cirurgia, os espermatozóides que são produzidos pelos testículos acabam ficando retidos no epidídimo, pequeno orgão adjacente ao testículo. Estes espermatozóides acabam sendo reabsorvidos pelo organismo.

Nos primeiros dias após a cirurgia, é comum apresentar um desconforto leve nos testículos. Isso é facilmente controlável com analgésicos, suspensório escrotal e gelo local. Solicitamos repouso das atividades sexuais nos primeiros 7 dias.

Depois da vasectomia realizada, faremos uma análise do sêmem após aproximadamente 25-30 ejaculações, sendo que durante este período o casal permanecerá evitando gravidez com algum outro método.

Antes de decidir pela vasectomia você deve ponderar muito bem sobre o assunto, pois embora existam procedimentos cirúrgicos para a reversão, os seus resultados são inconstantes.

Sinta-se à vontade para retirar suas dúvidas conosco!